ENTRETENIMENTO
Trend

Fiuk humilha garçom em público, é condenado e acaba ‘pagando caro’ por ato

Ator, filho de Fábio Júnior acusou sem provas um garçom de roubar um celular e assunto foi parar na Justiça

O ator e cantor Fiuk acabou tendo problemas com a Justiça após acusar um garçom de algo que acabou não se comprovante. O rapaz trabalhava no Hotel Sheraton do Leblon, zona sul do Rio e entrou na Justiça contra o famoso após ter sido acusado de roubo.

O ano era 2014 e na época, Fiuk acabou acusando o garçom de ter-lhe roubado um celular. A situação, na época, virou assunto de fofoca. Fiuk estava no hotel e deu falta do celular, logo depois que o garçom entrou em seu quarto para levar a louça que estava suja de uma refeição que ele havia feito no quarto.

Imediatamente após a acusação o rapaz entrou com uma ação contra o cantor e a Justiça acabou definindo a ação, agora, em 2018.

Fiuk é condenado a pagar R$ 30 mil a garçom por falsa acusação

No mesmo dia, a polícia esteve no local mas não conseguiu encontrar o celular do cantor nos pertences do garçom ou qualquer outra pista que incriminassem o trabalhador.

Mesmo sem provas, Fiuk teria humilhado o homem e nem mesmo se desculpado pelo ocorrido. Ele acreditava que, mesmo assim, o celular havia sido roubado pelo profissional. O garçom então foi até a 8ª Vara Cível do Rio e abriu o processo. Não se sabe ainda se Fiuk vai recorrer.

O rapaz ganhou a ação e terá que pagar R$ 30 mil ao cantor, caso ele não recorra.

TV MRNews

Tags

R. HUGO

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Close