ENTRETENIMENTONOTÍCIAS
Trend

Barco de Pedro Scooby e outros surfistas naufraga na Indonésia: ‘Vamos morrer’

Uma embarcação de pequeno porte e levava alguns surfistas nacionais, entre eles 'Gordo' e Pedro Scooby naufragou na Indonésia.

Pedro Scooby, surfista brasileiro que é casado com Luana Piovani, importante atriz brasileira, passou por um dos momentos mais tensos de toda sua vida. Vivendo sempre ao lado do risco, surfando ondas gigantes, ninguém diria que ele poderia ter a vida ameaçada no mar, mas não surfando e sim naufragado.

O surfista estava em uma pequena embarcação na Indonésia, chamada de Alyssa, município de Mentawai e por conta de uma forte tempestade, o barco ficou à deriva. Entre as pessoas que estavam no barco, além de Pedro Scooby,  Felipe ‘Gordo’ Cesarano e Felipe Munga, além do capitão do Alyssa, passaram por maior perrengue.  Eles ficaram em uma balsa improvisada no oceano.

Pedro Scooby divulgou um texto na internet para explicar o que havia acontecido e dando detalhes do que passou. Dentre as afirmações (que pode ser vista ao final deste artigo), o surfista ainda disse que cinco pessoas ficaram perdidas em pranchas, mas ao final do resgate, elas foram encontradas.

Veja o depoimento completo de Pedro Scooby que ficou à deriva

 

“O dia foi intenso aqui. Só para dizer que, se vocês ouvirem alguma notícia por aí de um naufrágio, que está tudo bem. Estão todos são e salvos. Foi um susto, mas graças a Deus deu tudo certo. Todo mundo mandando mensagem para a família. É isso, nessa hora a gente só pensa nisso, na família e estar vivo. Para vocês ficarem sabendo o que aconteceu, a gente naufragou com o barco, o barco começou a afundar à noite ainda. Graças a Deus, de manhã a gente conseguiu tirar água do barco.” escreveu o surfista.

Ele ainda completou: “A guarda costeira veio salvar a gente. Infelizmente, no final do resgaste, a gente perdeu cinco pessoas, naufragadas em cima de prancha, mas a gente conseguiu chegar até eles por causa de uma lanterna que eles tinham na mão. E ficou todo mundo vivo. Graças a Deus todo mundo bem. Estamos encostando aqui num porto numa ilha da Indonésia. Acho que o mais importante mesmo, depois de um dia desses, no fim de um dia desses, é agradecer, levar as mãos para o céu. Todos com saúde, todos vivos, é o mais importante”, disse ele.

TV MRNews

Tags

R. HUGO

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Close