ENTRETENIMENTONOTÍCIAS
Trend

Caso Regina Casé: nova versão aponta verdadeiro culpado no caso do menino que morreu após aparecer no ‘Esquenta’

Leo Dias revelou uma nova versão sobre o caso de Regina Casé, que isentaria a Globo no caso das imagens de menino que morreu com tumor

O ‘Fofocalizando’ desta sexta-feira (31), trouxe uma nova versão no caso de Regina Casé. Se você não viu o MRNews ontem, o caso em resumo trata da exposição de um menino que apareceu no programa de Regina Casé, o ‘Esquenta’, mas não teve a autorização do pai.

Por conta da falta de autorização, o pai resolveu processar a apresentadora e a Globo em um valor que é quase R$ 4 milhões. O pai alega que o menino morreu dias depois da entrevista que foi ao ar depois do menino ter morrido. Segundo o pai do menino, não havia autorização para as gravações.

Entretanto, a versão que veio ao ar nesta sexta, mostra que o pai já tinha uma relação com Regina Casé. Chegou-se a aventar a possibilidade que o menino tivesse o enterro pago pela apresentadora, o que foi descartado pelo pai. O enterro teria sido pago por um empresário do setor de transportes de São Paulo que morava perto do hospital.

Entretanto, segundo fontes de Leo Dias, o homem era ‘figurinha carimbada’ no programa e teria ido à emissora falar da morte de seu filho. A situação poderia deixar tácita a aceitação da família com a entrevista. O assunto foi discutido no palco no programa e dividiu opiniões. Leo Dias acredita ainda que o pai possa ter agido de má-fé. Os demais apresentadores dizem que o fato não exime a emissora de ter conseguido o documento.

Entenda o caso: Regina Casé e Globo sofrem processo milionário após exibirem criança que morreu com tumor

A apresentadora Regina Casé e a TV Globo estão sendo processados na Justiça, com valores milionários, por conta de uma criança com tumor no cérebro. A notícia bombástica foi dada por Leo Dias no ‘Fofocalizando’ e tudo aconteceu por um possível deslize da emissora.

A imagem do menino foi divulgada no programa ‘Esquenta’, programa que era comandado por Regina. O pai da criança jamais autorizou que as imagens do menino e para tudo ficar mais trágico, as imagens foram divulgadas no programa, dias depois do menino morrer.

Segundo Leo Dias, o pai do menino entrou em contato com o programa do SBT e explicou que o processo que corre é justamente pela exibição do menino sem autorização da família. Segundo informações do colunista, a indenização de danos morais pedidas é de R$ 3,9 milhões.

A apresentadora Regina Casé. (Foto: Reprodução/Youtube)

A apresentadora perdeu o programa que apresentaria ainda esse ano na emissora. (Foto: Reprodução/Youtube)

TV MRNews

Tags

R. HUGO

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Close