ENTRETENIMENTONOTÍCIAS
Trend

Demitida, Cláudia Rodrigues trava briga com a Globo na Justiça por discriminação, e sentença surpreende

Em processo na Justiça, Cláudia Rodrigues terá seu direito de retorno à Globo de forma judicial.

Na tarde desta segunda-feira (3), o programa ‘A Tarde é Sua’ de Sônia Abrão trouxe uma notícia que alegrou os fãs de Cláudia Rodrigues. Pouca gente sabia, mas ela estava em litígio com a Globo e o caso de sua demissão acabou indo parar na Justiça. A notícia foi dada em primeira-mão por Marcinha, ex-TiTiTi.

A humorista entrou na Justiça contra a Globo. Segundo sua versão e sua ação, ela foi demitida em processo discriminatório. Para que você entenda melhor, ela alega que foi demitida depois que sua doença acabou sendo revelada e, portanto, houve uma discriminação no processo da atriz.

Cláudia Rodrigues consegue na Justiça o direito de voltar ao trabalho na Globo

Ela decidiu entrar na Justiça para pedir sua reintegração ao quadro da Globo e a decisão saiu na última semana. Segundo a juíza que decidiu sobre o caso, a Globo realmente agiu de maneira discriminatória e a emissora foi condenada a reintegrar a humorista ao se ‘casting’.

A decisão na Justiça acabou sendo uma surpresa para os fãs, que desconheciam a questão, mas uma alívio para a atriz e humorista que acabou tendo seu emprego de volta. Mas calma, a decisão é ainda de primeiro grau e portanto, cabe recurso. A atual decisão, inclusive, obriga a Globo a pagar todos os salários dos três últimos anos da atriz. 

Dúvidas permeiam volta de Cláudia Rodrigues à Globo

Pouca gente sabia que havia esta briga. Inclusive, em entrevista recente à Luciana Gimenez, a atriz acabou elogiando a Globo e não expôs a situação. Por isto, tudo é ainda uma grande surpresa. Entretanto, qual será o clima que a atriz encontrará na Globo?

Será que ela voltará a ser escalada para outro trabalho? Será que o clima será bom? Só o tempo dirá.  Cláudia é portadora de ELA, uma doença degenerativa que não tem cura.

 

 

TV MRNews

Tags

R. HUGO

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Close