ENTRETENIMENTONOTÍCIAS
Trend

Repórter da RecordTV bêbado, atropela 3 ao tentar fugir de blitz e acaba preso; emissora age

Tatuzinho ou Paulo Vitor Gomes, repórter da RecordTV Brasília, acabou sendo preso e solto sob fiança.

Não basta leis mais rígidas para que as pessoas não dirijam bêbadas. Nem mesmo a possibilidade de prisão parece inibir quem quer dirigir embriagado. Foi o que aconteceu com o repórter da RecordTV, Paulo Vitor Gomes, o Tatuzinho, que é bem conhecido por suas matérias polêmicas no jorna da hora do almoço.  Ele faz as reportagens externas da emissora, no jornalístico da RecordTV, no programa que é comandado por Fred Linhares. 

Tatuzinho acabou preso no último domingo (23), ao tentar fugir de uma blitz. Ele tentou furar a barreira para não ser parado e acabou atropelando três pessoas, incluindo um agente do DER, na Capital Federal. De acordo com o site Notícias da TV, a polícia rodoviária fazia uma blitz da Lei Seca e ao tentar escapar, o dispositivo de miguelitos foi acionado e os pneus do carro furaram.

Jornalista é suspenso da RecordTV

Após isto, a situação acabou capotando e o jornalista preso. Os atropelados tiveram escoriações leves e, por sorte, já liberados. O jornalista foi transferido para a carceragem da Polícia Civil do Distrito Federal e ficou preso até a manhã desta segunda (24), quando pagou fiança de R$ 3 mil. Ele foi suspenso pela Record por um mês.

“Fomos surpreendidos e ficamos perplexos com este grave acidente envolvendo o repórter Paulo Vitor, conhecido como Tatuzinho. Poderia ter sido uma tragédia muito maior. Acreditamos na Justiça e esperamos que nosso repórter responda pelos seus atos em um processo isento e duro. E, com isso, repense a maneira de como usa um automóvel”, diz um comunicado da Record.

TV MRNews

Etiquetas

MR News

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar