NOTÍCIASSERVIÇOS
Trend

Alexandre Nardoni pode progredir de regime e deixar cadeia por bom comportamento em breve

O advogado do condenado pediu à Justiça a flexibilização do regime de Alexandre e aguarda julgamento.

Alexandre Alves Nardoni foi condenado por um dos crimes mais bárbaros do Brasil. Há mais de 10 anos, o pai matou a própria filha, com requintes de crueldade. A pequena Isabella Nardoni, era ainda criança e sofreu, segundo perícia, violência, antes de ser arremessada pela janela do apartamento de onde o pai morava com sua companheira, também condenada, Anna Carolina Jatobá. Na época do crime, Isabella tinha apenas 5 anos de idade.

Pelo crime, Nardoni foi condenado a mais de 30 anos de prisão, mas, completado um terço da pena, o advogado do condenado, Roberto Podval, entrou com um pedido de progressão de regime, já que o homem, além de bom comportamento, o cliente também já tinha um tempo de remissão de pena, de 634 dias, após trabalho na prisão. O homem está preso em regime fechado na Penitenciária 2, do complexo de Tremembé, que fica no interior de São Paulo.

A promotoria criminal negou o pedido, que ainda precisa ser analisado pela Justiça. Com a evolução do regime, Nardoni poderá trabalhar e estudar fora da prisão e ainda direito aos” saidões” ao longo do ano. A única exigência é que ele durma na cadeia. Por conta disto, ele poderia ainda, mudar de penitenciária.

Advogado de Alexandre alega bom comportamento

Conforme o advogado Roberto Podval, defensor de Nardoni, o preso atendeu também a requisitos subjetivos, pois sempre demonstrou bom comportamento carcerário e conduta exemplar, não tendo cometido falta disciplinar. Ele também não se envolveu com facções, o que tornaria inviável a saída neste momento.

A promotoria, porém, pediu que o réu passe por um exame de periculosidade, também conhecido como exame criminológico, já que o crime cometido é de altíssima gravidade e o convívio social, precisaria ser atestado por meio de laudo pericial.

A decisão sobre a perícia psicológica, ou sobre a concessão do novo regime de prisão dependerá na análise de um juiz de execuções criminais.

Anna Carolina Jatobá já está em regime semiaberto

Anna Carolina, a esposa de Alexandre na época do crime, também foi condenada à prisão pela mesma morte. Entretanto, desde julho de 2017, ela está em progressão de regime e, atualmente, só dorme na cadeia. Ela voltou a ser notícia, também recentemente, quando pôde sair da cadeia e não precisou dormir no complexo, no Dia das Crianças.

TV MRNews

Tags

R. HUGO

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Close