NOTÍCIAS
Trend

Caso Neymar: Najila detalha noite de suposto abuso, perda do vídeo e fala em ‘perseguição’

A modelo depôs à Polícia Civil na última sexta-feira (7) e parte do depoimento foi divulgado na imprensa.

O caso Neymar ganhou novas nuances neste domingo (9). É que as informações sobre o depoimento de quase 5 horas, dado por Nájila à Polícia Civil de São Paulo, começaram a vir a público e deixam o caso cada vez mais esclarecido.

A modelo esclareceu como conheceu o jogador e, deu detalhes também dos dois encontros que teve com o jogador Neymar em Paris. Também falou sobre o roubo do Tablet e o sumiço do vídeo que seria prova importante no processo em que ela acusa o jogador de estupro.

Como Najila conheceu Neymar?

Ela alegou que conhecer o jogador em meados de fevereiro. Ela entrou em contato com o jogador via Direct do Instagram e logo depois, começaram a conversar pelo WhatsApp. No avançar das conversar o jogador convidou (e bancou) a viagem da modelo até Paris e no dia 15 de maio, os dois se encontraram pessoalmente, às 20h em um hotel.

O suposto estupro

O jogador estaria alterado, mas mesmo assim, começaram a trocar carícias e, em determinado momento, o jogador começou a desferir tapas nas nádegas da modelo que afirmou que pediu para ele parar. Entretanto, o jogador teria pedido desculpas e parado.

O estupro então teria acontecido logo depois que ele a pegou por trás, segundo seu relato, e fez sexo sem preservativo com ela. Ele havia dito anteriormente que não consentiria com sexo sem camisinha e mesmo assim, o jogador o fez.

No momento do ato,o  jogador continuaria batendo na vítima e a penetrando sem o preservativo. Então ela afirma que continua pedindo que o jogador parasse, o que não aconteceu.

Segundo encontro de Nájila e Neymar

Najila Trindade relatou que voltou a enviar mensagens para o jogador através do WhatsApp na tarde do dia seguinte, após dormir com auxílio de remédios. Najila estava com raiva e tinha o objetivo de fazê-lo retornar ao hotel para que pudesse ‘honrar’ e ‘bater nele’. Ela disse à polícia que precisava dar “vazão ao que estava sentindo”.

A modelo saiu para comer fora por temer se alimentar dentro do hotel “pois estava paranoica”. Najila afirmou que sentia medo do segundo encontro e, por isso, decidiu fazer o vídeo. É por isso que ela resolve gravar o encontro, mas diz não saber a duração do vídeo e tampouco quanto tempo o jogador permaneceu no quarto. Cabe lembrar também que o vídeo é o mesmo que foi divulgado em cerca de um minuto e que a modelo diz ter perdido, após ter o tablet furtado de seu apartamento.

Sobre este furto, a polícia verificou leves indícios de arrombamento do apartamento, mas apenas digitais da modelo e de um amigo, foram encontradas no apartamento.

Caso Neymar: Najila vê sinais de perseguição e seu estado de saúde preocupa

Najila Trindade estaria a base de remédios poderosos contra ansiedade e seu estado de saúde preocupa, segundo informações obtidas pelo portal de notícias UOL. A mulher revelou que, após o encontro com o jogador Neymar, no dia 15 de maio, ela entrou em uma crise de choro e, desde então, alega estar usando remédios ansiolíticos como Lexotan e Dermonidi, drogas poderosas.

Segundo a própria modelo, assim que teve o encontro com o atleta do Paris Saint-Germain, ligou para uma amiga para contar sobre os supostos abusos acontecidos e que só dormiu depois que apagou completamente a base de remédios. Esta versão é dada por Najila.

Esse foi o começo de uma fase de pouco sono e muitos remédios para a modelo, que vê sinais de perseguição desde que Neymar deixou o seu quarto pela primeira vez.

No depoimento que prestou à Polícia Civil, Najila declarou que está recorrendo a remédios. “Afirma que em razão do trauma sofrido, está fazendo uso de ansiolíticos (Lexotan, Dermonidi)”, diz o relato às autoridades. Em outro trecho, a modelo explica o motivo dos problemas relatados. “Após Neymar divulgar através do Instagram a conversa trocada através de aplicativo ‘WhatsApp’ ficou muito abalada emocionalmente e começou a fazer uso de ansiolíticos” , disse.

Advogado ameaça deixar o caso se o vídeo não aparecer

O advogado de Najila revelou ao UOL esportes: “Se a investigação policial a respeito do eventual arrombamento onde residia Najila mostrar que não houve arrombamento, deixarei o caso. Pois a relação advogado-cliente é baseada sempre na confiança. Não havendo confiança, não há motivo para permanecer”, disse Danilo Garcia.

 

TV MRNews

Tags

R. HUGO

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Close