NOTÍCIAS
Trend

Caso Neymar: porteiro de Nájila vai à polícia e denuncia a modelo por ameaça

O porteiro de Nájila Trindade, mulher que acusou Neymar de estupro, deveria comparecer à delegacia que investiga o caso como testemunha, mas também a acusou de ameaça.

O porteiro de Nájila Trindade, mulher que acusou Neymar de estupro, deveria comparecer à delegacia que investiga o caso (6ª DDM), para dar seu depoimento como testemunha. Entretanto, o homem surpreendeu pois compareceu também ao local, para abrir um Boletim de Ocorrência contra a modelo. Ele a acusa de ameaça.

O depoimento acontece na tarde desta segunda-feira (10), e os detalhes do BO ainda não foram disponibilizados pela polícia, mas sabe-se já que a modelo teria o ameaçado, justamente por ter franqueado acesso de ‘estranhos’ ao apartamento dela. Na verdade, quem teve acesso ao local foi Estivens Alves, ex-marido de Nájila. Em breve, mais informações sobre o BO. Fique atento no MRNews.

O ex-marido de Najila acabou se envolvendo no caso também, quando entrou no apartamento da modelo, para pegar roupas do filho do casal. Ele filmou o local, antes mesmo de entrar, e viu um apartamento completamente revirado. O vídeo foi disponibilizado na programação da RECORDTV, como pode ser visto a seguir.

 

Advogado dá prazo para que Nájila entregue o material

“Se ela (Najila) não me entregar o celular e as provas, que ela diz ter, vou deixar o caso. Aí não serei mais o advogado. Ela tem até meia-noite”, revelou.

“Não estou com o tablet ainda, não estive com a minha cliente ainda. Vim falar que não estou com o celular. Se ela não entregar até meia-noite, saio do caso. Não dá para defender alguém ou atuar por alguém que não me entrega as provas, concorda? Diz ela que vai me entregar. Estou esperando. Até agora não recebi e vim dizer isso para a delegada”, completou Danilo Garcia.

Najila Trindade afirma que sua casa foi alvo de arrombamento, o qual teria originado o furto do tablet. Após vistoria, a polícia diz que os indícios de arrombamento são leves e que as digitais encontradas pertencem apenas à proprietária e a um amigo próximo da mesma.

neymar e Najila Teixeira, mensagens de WhatsApp (Reprodução RecordTV)
neymar e Najila Teixeira, mensagens de WhatsApp (Reprodução RecordTV)

Detalhes da noite do susposto estupro

O caso Neymar ganhou novas nuances neste domingo (9). É que as informações sobre o depoimento de quase 5 horas, dado por Nájila à Polícia Civil de São Paulo, começaram a vir a público e deixam o caso cada vez mais esclarecido.

A modelo esclareceu como conheceu o jogador e, deu detalhes também dos dois encontros que teve com o jogador Neymar em Paris. Também falou sobre o roubo do Tablet e o sumiço do vídeo que seria prova importante no processo em que ela acusa o jogador de estupro.

Como Najila conheceu Neymar?

Ela alegou que conhecer o jogador em meados de fevereiro. Ela entrou em contato com o jogador via Direct do Instagram e logo depois, começaram a conversar pelo WhatsApp. No avançar das conversar o jogador convidou (e bancou) a viagem da modelo até Paris e no dia 15 de maio, os dois se encontraram pessoalmente, às 20h em um hotel.

O suposto estupro

O jogador estaria alterado, mas mesmo assim, começaram a trocar carícias e, em determinado momento, o jogador começou a desferir tapas nas nádegas da modelo que afirmou que pediu para ele parar. Entretanto, o jogador teria pedido desculpas e parado.

O estupro então teria acontecido logo depois que ele a pegou por trás, segundo seu relato, e fez sexo sem preservativo com ela. Ele havia dito anteriormente que não consentiria com sexo sem camisinha e mesmo assim, o jogador o fez.

No momento do ato,o  jogador continuaria batendo na vítima e a penetrando sem o preservativo. Então ela afirma que continua pedindo que o jogador parasse, o que não aconteceu.

 

Segundo encontro de Nájila e Neymar

Najila Trindade relatou que voltou a enviar mensagens para o jogador através do WhatsApp na tarde do dia seguinte, após dormir com auxílio de remédios. Najila estava com raiva e tinha o objetivo de fazê-lo retornar ao hotel para que pudesse ‘honrar’ e ‘bater nele’. Ela disse à polícia que precisava dar “vazão ao que estava sentindo”.

A modelo saiu para comer fora por temer se alimentar dentro do hotel “pois estava paranoica”. Najila afirmou que sentia medo do segundo encontro e, por isso, decidiu fazer o vídeo. É por isso que ela resolve gravar o encontro, mas diz não saber a duração do vídeo e tampouco quanto tempo o jogador permaneceu no quarto. Cabe lembrar também que o vídeo é o mesmo que foi divulgado em cerca de um minuto e que a modelo diz ter perdido, após ter o tablet furtado de seu apartamento.

Sobre este furto, a polícia verificou leves indícios de arrombamento do apartamento, mas apenas digitais da modelo e de um amigo, foram encontradas no apartamento.

TV MRNews

Tags

R. HUGO

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Close