NOTÍCIAS
Trend

Mãe foi morta ao abraçar ator Rafael Miguel para tentar protegê-lo, câmeras flagraram crime

Segundo informações de um policial que atendeu Isabela, namorada de Rafael, o rapaz levou um tiro no rosto.

Segundo Isabela, namorada de Rafael Miguel, o pai dela já tinha uma arma em casa há muitos anos e ela confirmou a informação em seu depoimento dado na segunda (10). Ela decidiu falar logo depois do velório e enterro da família Miguel.

Por outro lado, a mãe, Miriam Selma Miguel, tentou o proteger, abraçando o filho caído no chão, e foi assassinada sobre o corpo dele. Em seguida, o acusado, um comerciante, matou a tiros o pai do jovem e fugiu. A informação foi confirmada por um policial que investiga o caso. Uma policial militar que atendeu a ocorrência afirmou, informalmente, que projéteis de pistola foram achados perto dos corpos.

Câmera flagrou o crime

O Brasil Urgente e o site G1 da Globo revelaram um vídeo que mostra o pai de Rafael Miguel caindo, logo após de ser atingido pela bala. No vídeo é possível ver uma das vítimas do ataque caindo na rua após os tiros no domingo, 9, na Zona Sul de São Paulo. Pelas imagens não é possível identificar qual é a vítima que aparece ferida. As informações foram obtidas pelo G1.

Crédito: Reprodução/G1Caso Rafael Miguel: Câmera de Segurança gravou momento do crime
Crédito: Reprodução/G1Caso Rafael Miguel: Câmera de Segurança gravou momento do crime
O jovem Rafael Henrique Miguel, de 22 anos, e seus pais foram assassinados pelo pai de Isabela Tibcherani, Paulo Cupertino, com tiros pouco antes das 14h do domingo, na Estrada do Alvarenga, no bairro da Pedreira, Zona Sul da capital paulista.

No vídeo é possível ver o carro da família chegando e depois uma das vítimas caindo no chão ao lado do Renault Kwid vermelho, que aparece no canto esquerdo das imagens. Essas imagens já estão com a Polícia Civil que investiga o caso.

Veja o vídeo aqui.

Assassino, Paulo Cupertino Matias, tem longa ficha

Ainda segundo a fonte, entre 1990 e 1992, o homem acusado de matar três pessoas, foi acusado de furtos. Já em 1993, acusado de participar de um assalto a banco. Ainda em 93, também foi acusado de associação criminosa (formação de quadrilha) , quando fugiu da polícia.

Agora o homem será indiciado por um triplo homicídio, pelo menos. A polícia ainda aguarda o homem se entregar para, após a oitiva inicial, poder indiciá-lo por outros possíveis crimes. As autoridades ainda querem esclarecer de quem era a arma do crime, se a mesma possuía registro.

Além disto, o homem fugiu em um carro VW UP de placas clonadas. Paulo também terá que esclarecer o fato. Não bastasse esta situação, em depoimento, tanto a mãe de Isabela, quanto ela própria, disseram que Cupertino sempre foi um homem violento e possessivo.

Chegou a fazer ameaças e dizer que deveria ter matado a mulher e a filha anteriormente. O homem ainda está sendo procurado e, segundo o irmão, Joel, que deu uma entrevista ao SBT, ele não assumiu o crime e só o fez, pois a filha estava sendo aliciada e que os três mortos faziam parte de uma rede de pedofilia.

TV MRNews

Tags

R. HUGO

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close