NOTÍCIAS
Trend

Caso Neymar: jogador desmente Nájila na polícia, diz que usou preservativo e faz revelação sobre foto polêmica

Jogador Neymar revelou que "a verdade aparece cedo ou tarde".

O jogador Neymar deixou a 6ª Delegacia de Defesa da Mulher na Zona Sul de São Paulo, na última quinta-feira (13), com um ar de tranquilidade que acalmou seus fãs. Tudo porque, após mais de três horas de depoimento ele disse que a verdade virá à tona.

Ele é acusado por Najila Trindade Mendes de Souza de estupro e disse à imprensa, logo depois que saiu da delegacia: “a verdade aparece cedo ou tarde”, disse. Ainda disse que pretende esclarecer tudo, o mais rápido possível para dar fim ao assunto. Neymar depôs para a delegada Juliana Bussacos das 15h40 às 18h36.

A delegada mostrou ao jogador os resultados da perícia. Aliás, nos resultados, não fica comprovado o estupro. Por outro lado, as lesões da modelo (na foto polêmica) tem data compatível a ida à Paris. O jogador também falou sobre isto.

Negou sexo sem consentimento e afirmou que usou camisinha

Segundo o ‘Jornal Nacional’, Neymar negou ter feito sexo sem o consentimento de Najila. Confirmou que deu tapas na mulher a pedido dela. Sobre a foto, ele disse que Najila ainda posou para a fotografia que o jogador fez das nádegas dela e postou nas redes sociais para mostrar que não houve agressão.

Disse que bebeu no encontro. Também disse que Nájila disse que o amava e queria casar com ele. Neste momento, comentou com as delegadas: “Como ela pode me amar se nem me conhecia direito?”, questionou.

Disse que fez sexo com Najila com preservativo e que depois jogou a camisinha no vaso sanitário. Chegou a dizer que é atleta e não poderia se expor. No segundo encontro, o jogador ainda revelou que tinha a intenção de sair com a modelo, o que não aconteceu, por conta dos fatos que foram gravados.

‘Estou muito tranquilo’, disse Neymar ao final do depoimento

Neymar diz que verdade aparecerá cedo ou tarde após depor em SP

Neymar diz que verdade aparecerá cedo ou tarde após depor em SP

Caso Neymar: após polícia se voltar contra Nájila, delegado reúne desafetos da modelo

Nájila passa a ser investigada pela polícia por um novo ‘suposto’ crime. É que ela não agradou aos policiais que estão envolvidos no caso Neymar, por conta de uma declaração dada pela modelo em uma entrevista ao SBT, programa Conexão Repórter de Roberto Cabrini.

Na oportunidade, a jovem modelo que acusou Neymar de estupro, disse que a polícia estava vendida e, por conta disto, gerou a fúria de alguns policiais. Entretanto, liderados pelo delegado titular da Equipe de Intervenção Estratégica da 6ª Delegacia Seccional de Polícia de Santo Amaro, Fernando Bessa, um BO foi aberto contra a modelo.

Mas não para por aí. Além B.O. assinado pelo delegado, acusando a modelo de difamação, o mesmo delegado enviou um ofício ao IIRGD (Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt). O objetivo é reunir outros policiais que se sentiram ofendidos com a declaração e aumentarem o coro contra Nájila.

De acordo com o boletim de ocorrência, um ofício deverá encaminhado ao IIRGD para solicitar o comparecimento dos policiais responsáveis pela coleta da prova material no apartamento da modelo “para que estes prestem declarações acerca do ocorrido e, caso sintam-se atingidos em sua honra, apresentem eventuais representações na forma preconizada pela lei (Artigos 141, inciso II e 145 parágrafo único, ambos do Código Penal)”.

Polícia Civil de SP se volta contra Nájila e faz denúncia contra a modelo

A situação de Najila Trindade já não era das melhores em relação ao caso onde ela acusa o jogador Neymar Jr de estupro. Tudo porque a transição de três advogados que desistiram do caso já despertou uma dúvida na opinião pública.

Seu último advogado deixou o caso, pois ela o acusou de furtar o tablet que teria o vídeo de sete minutos. Além disto, ele também não teve acesso à íntegra do vídeo, que aliás, nem mesmo a polícia conhece todo o conteúdo. Esta seria a principal prova que a modelo teria, mas até então, nada surgiu.

Agora é a Polícia Civil de São Paulo que se voltou contra a modelo. Nájila, de 26 anos, foi denunciada pelo crime de difamação e tem contra si agora, um BO, da própria polícia.

TV MRNews

Tags

R. HUGO

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close