NOTÍCIASSERVIÇOS
Trend

Vídeo do Caso Rayane: Assista todo o depoimento do assassino confesso da jovem

Michel Flor da Silva já era suspeito da Polícia, mas sua prisão para interrogatório não era possível por conta da lei eleitoral. Passadas as 48 horas após o pleito a polícia entrou em caçada ao homem e consegui prendê-lo na noite desta terça-feira (30). Em depoimento, segundo o jornal G1, pertencente ao Grupo Globo, o homem confessou e ainda deu detalhes do crime bárbaro que foi cometido contra a jovem de 16 anos, Rayane Paulino de Souza. A Polícia Civil de Mogi das Cruzes, responsável pela investigação do caso, ainda desconfia que o homem de 28 anos, esteja mentindo com relação a um possível estupro da jovem.

O homem que confessou o crime, assegura que teve relações sexuais com a jovem de maneira consensual.

Já os investigadores acreditam que ele tenha estuprado e matado Rayane de forma covarde e cruel (podendo caracterizar um feminicídio).

A mecânica do crime, na visão de Michel Flor

Conforme relato do delegado do caso, senhor Rubens José Ângelo, o suspeito relatou que Rayane estava na rodoviária, completamente bêbada e cambaleante. Por já ser muito tarde e a jovem estar sentada, aparentemente abandonada no local, ele resolveu tirar a própria jaqueta para esquentá-la. A menina acabou não aceitando. Por ser muito tarde e aparentemente não haver transporte naquele horário, Rayane ouviu a proposta de carona oferecida pelo segurança, e na versão de Michel, aceitou.

Ele também disse que Rayane queria continuar curtindo a noitada e o pai de um menino resolveu propor para que eles fossem para um ‘agito’ em Jacareí.

Aí começa a discordância entre polícia e suspeito. Na visão dos oficiais, o homem (que também é capoerista), usou o argumento para tirá-la do local e leva-la para onde poderia estuprá-la.

Outra revelação feita pelo réu confesso, é que ele teve sexo com a jovem, entretanto, de maneira consensual e apenas depois do ato, a jovem teria ‘surtado’. Rayane teria dito a ela, no final da relação, que não teria consentido com aquilo, que o pai dela era da polícia e que iria matá-lo. Por conta disto o crime foi desencadeado. Ele afirma que chutou a menina e a imobilizou com um mata-leão. Rayane desmaiaria segundos depois.

Em seguido, teria a levado para uma área de mata na beira da estrada, onde o corpo foi encontrado, e a estrangulado com um cadarço de tênis.

Quem é Michel Flor, suspeito que confessou matar Rayane?

Michel Flor é casado e pai de um menino. Na manhã desta quarta (31), foi apresentado à imprensa, mas preferiu o silêncio diante dos questionamentos dos jornalistas, conforme uma coluna de jornal de Mogi. Ele trabalhava como segurança terceirizado da rodoviária de Guararema. Ele também é capoeirista e agora, réu confesso de um crime bárbaro.

TV MRNews

R. HUGO

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close