NOTÍCIAS
Trend

Caso Daniel: vaza áudio que suspeito elogia jogador e tenta ocultar a morte e o crime

Uma gravação feita de uma ligação feita por Edison a um amigo de Daniel, mostra a suposta dissimulação do suspeito em relação ao crime.

A cada momento que a investigação no caso Daniel avança, novas pistas são descobertas e o quebra-cabeças da morte do jogador do São Paulo, que estava emprestado ao São Bento, começa a ficar mais perto de ser elucidado. Nesta segunda-feira (5), Cristiana Brittes deu seu depoimento oficial e confirmou que foi assediada pelo jogador e acordou com Daniel Corrêa em cima dela com o membro ereto, apenas de cueca e camiseta. O relato foi feito pelo advogado da família Brittes, já que a matriarca da família continua presa, assim como sua filha, Allana e o suspeito do crime, Edison Brittes.

Edison Brittes Júnior, ou Juninho Riqueza, assumiu a autoria do crime e disse que foi ele quem matou, tentando inocentar pessoas que podem ter participado da morte de Daniel.

Entretanto, duas testemunhas disseram que a violência foi cometida por Juninho e outras três pessoas. Os três, inclusive, são suspeitos de também participar do homicídio e já foram identificados. Além disto, els já revelaram o interesse de depor na delegacia, mas o delegado do caso negou ouvi-los segunda, por conta da extensa agenda de oitivas.

Ao avançar das investigação também, a Polícia descobriu um áudio de Edison, que elogia Daniel. A conversa teria sido feita com um dos amigos do jogador.

Edison liga para pessoa próxima de Daniel e o elogia

Uma gravação, obtida com exclusividade pela RPC Curitiba, mostra uma ligação feita por Edison Brittes Júnior a um amigo do jogador. A ligação que foi fruto de gravação, aconteceu na segunda, primeiro dia de investigações da polícia e um dia após a morte do jogador.

A gravação já faz parte dos autos do processo e deverá passar por perícia, se a autenticidade for questionada por alguma das partes.

De todo modo, no áudio obtido pela afiliada da Globo, deixa claro que Juninho dissimulou a morte ao interlocutor, se mostrando consternado e surpreso com o fato, inclusive, se oferecendo para ajudar. Em determinado momento do áudio, o empresário suspeito diz que não viu a hora que o jogador saiu de sua casa, mas confirma que ele realmente saiu sem se despedir.

Em outro momento ele cita o desespero da família Brittes, inclusive de sua ‘filhinha’ Allana que estaria em choque. Por fim ele conclui: “Meu Deus, sem palavras. Imagine, ele veio de longe só para vir no aniversário dela. Ele era uma pessoa muito querida pela gente”, completa Edison.

O áudio pode ser ouvido aqui 

TV MRNews

R. HUGO

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. suporte@oimeliga.combr

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close