NOTÍCIAS
Trend

Lula teria mandado matar Celso Daniel, segundo Marcos Valério

Segundo informações preliminares da Veja Marcos Valério revelou o verdadeiro assassino de Celso Daniel.

Apesar da Justiça ter considerado a morte de Celso Daniel, ex-prefeito de Santo André, um crime comum, o senso comum sempre ‘desconfiou’ que tratava-se de um crime político. E esta versão acaba de ser corroborada por Marcos Valério. O empresário é acusado de desviar dinheiro público para gerar caixa em campanhas nos anos 90.

Em depoimento ao MP de São Paulo que foi obtido pela revista Veja, Marcos Valério teria dito que Lula foi um dos mandantes da morte do ex-prefeito Celso Daniel, que na oportunidade, era do PT. Na ocasião, Daniel foi sequestrado (2002), após sair de um restaurante em São Paulo acompanhado do empresário Sérgio Gomes da Silva, o Sombra. O corpo foi achado dois dias depois, com 11 tiros.

Ainda segundo o veículo que teve acesso aos documentos, Marcos Valério teria contado que o ex-deputado federal do PT Professor Luizinho “lhe confidenciou que Celso Daniel topou pagar com recursos da prefeitura a caravana de Lula pelo país, antes da eleição presidencial de 2002, mas não teria concordado em entregar a administração à ação de quadrilhas e àqueles que visavam ao enriquecimento pessoal”, teria dito.

O empresário Ronan Maria Pinto, que era do esquema de desvios em Santo André, chegou a ameaçar a cúpula do Planalto na morte do ex-prefeito, caso não recebesse dinheiro. Valério teria pago a chantagem a Ronan Maria Pinto e logo depois conversou sobre o assunto com o presidente Lula, que ficou grato com a ‘resolução do problema’.

Ainda segundo a revista, Valério teria relatado que Ronan Maria Pinto, quando exigiu dinheiro para ficar calado, declarou que não “pagaria o pato” sozinho. De acordo com Valério, Ronan teria citado Lula como “mandante da morte” do ex-prefeito. Nas palavras de Valério, diz a Veja, Ronan poderia “apontá-lo como cabeça da morte de Celso Daniel”.

TV MRNews

Etiquetas

MR News

Especializado em jornalismo colaborativo pela FTP em nível de pós-graduação. [email protected]

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar