CoronavírusNOTÍCIAS

MÉDICA TEM REAÇÃO GRAVE COM CONVULSÕES E ERUPÇÕES, APÓS SER VACINADA CONTRA A COVID-19

A pandemia mundial de coronavírus trouxe caos e instabilidade para a maioria dos países, assim muitas pessoas estão ansiosas para que comece logo a administração das vacinas no Brasil. As previsões para o início da vacinação no país ainda são incertas, mas alguns países já começaram a vacinar sua população.

O México, por exemplo, começou a vacinar as pessoas da saúde no último dia 24 de dezembro. O país está utilizando a vacina da Pfizer, para vacinar sua população. Mas, no último dia 30 de dezembro, uma médica foi vacinada e teve reações muito graves após a aplicação da dose.

A médica de 32 anos teve sintomas graves de encefalomielite, as reações começaram a aparecer depois de 30 minutos da vacina aplicada. A profissional da saúde teve convulsões e erupções cutâneas na pele, perda de força muscular e falta de ar. Seu estado de saúde se agravou e ela precisou ser internada em uma UTI.

A vacinação no México continua

A Secretaria de Saúde do país informou que a médica está sendo tratada pela encefalomielite, que é uma inflamação no cérebro. Segundo eles, esse é o primeiro episódio da doença desencadeado pela aplicação da vacina. Eles também informaram que a médica tinha alergia a trimetoprima com sulfametoxazol, o que pode ter provocado o episódio.

O país continua realizando as aplicações da vacina e estimam que serão vacinadas aproximadamente 1,4 milhões de pessoas nos próximos meses. Dos 20 mil profissionais da saúde que já foram vacinados, 23 apresentaram algum tipo de reação alérgica após a aplicação da vacina – todos casos leves e já recuperados.

TV MRNews

Botão Voltar ao topo