ESPORTES

Os estádios da Copa do Mundo do Qatar

Desde 1930, de quatro em quatro anos, exceção feita aos anos de 1942 e 1946, devido à Segunda Grande Guerra Mundial, o mundo assiste ao espetáculo da Copa do Mundo. A próxima competição será realizada em um lugar que, por si só, pode ser considerado um show, no Qatar, país árabe, extremamente conservador e cheio de restrições, que nem por isso deixou de construir estádios sensacionais. Será a primeira vez que o torneio será realizado no fim do ano, já que as temperaturas nesta época são mais amenas, logo, é preciso estar atento para saber o calendário da Copa do Mundo e não perder nenhum jogo. O grande congraçamento já bate à porta, enquanto não chega, que tal um passeio pelos estádios da grande festa? 

O Qatar é um país predominantemente islâmico, cerca de 80% de sua população composta por cerca de três milhões de habitantes professam este credo. A população vive em um território de pouco menos de doze mil quilômetros quadrados. Até 1971, o Qatar era um protetorado britânico, quando tornou-se independente. A dinastia reinante é a família Al Thani, no poder há quase 150 anos. Hoje, a principal liderança do país é o emir Tamim bin Hamad Al Thani. 

É um dos países mais ricos do mundo e com uma das menores cargas tributárias, segundo o Relatório Global de Competitividade. Tal histórico de riquezas deu-se a partir dos anos 1940, logo depois do fim da Segunda Grande Guerra Mundial, quando se iniciou no país a exploração do petróleo e gás natural. 

No ano de 1974, o Qatar Petroleum assumiu a exploração e controle do petróleo existente no país, propulsionando a economia de forma bastante intensa. Segundo o Observatório da Complexidade Econômica (OEC), o Qatar é a 47º maior economia de exportação do mundo, tendo exportado, em 2017, um total de US $52,3 bilhões. As principais exportações do país são o petróleo, petrolíferos refinados, polímeros de etileno e alumínio em formas brutas. 

Para a Copa, o governo não poupou recursos e investiu na construção de sete novos estádios e na reforma de outro estádio. As arenas são equipadas com tecnologia de ponta para enfrentar os obstáculos climáticos e para receber fãs e torcedores de todo o mundo com muito conforto, oferecendo uma experiência única em cada jogo.

A Arena Al Bayt Stadium vai ser palco das semifinais da Copa do Mundo de 2022. O estádio tem capacidade para 60.000 pessoas e está localizado a 60 quilômetros da capital, Doha. O que mais chama atenção é o desenho do estádio que remete às tendas (habitações) do povo beduíno. 

O Estádio Lusail receberá a abertura e a final da Copa do Mundo. A arena terá capacidade para 86.000 pessoas, e a estrutura e arquitetura foram inspiradas nas técnicas artesanais de tecelagem de cestos dos povos árabes, portanto, aguardem por um visual inusitado e de muito bom gosto.

O Khalifa International passou por uma ampla reforma e foi reinaugurado em 2017, tem capacidade para 40.000 pessoas e está localizado na capital do país, Doha. O Khalifa é símbolo de tecnologia e infraestrutura, seja pela modernidade interna, seja pela arquitetura de tirar o fôlego.

E o Stadium 974? Um verdadeiro show de contemporaneidade, trata-se de uma arena 100% sustentável, toda a sua estrutura foi erguida a partir de contêineres que não seriam mais utilizados. Antes chamado Ras Abu Aboud Stadium, é o primeiro estádio desmontável da história da Copa do Mundo.

O Estádio Education City vai comportar os jogos até as fases de quartas de final. Apresenta fácil acesso, pois está a apenas 7 quilômetros da capital do país. A arena está localizada no campus da principal universidade do Catar.

As quartas de final estão bem situadas, a Arena Ahmad Bin Ali/ Al-Rayyan Stadium está localizada na cidade de Al-Rayyan, uma das mais tradicionais do país, cuja paisagem de deserto despertará paixões nos torcedores

O Estádio Al Thumama chama atenção pelo design arquitetônico inspirado na gahfiya, uma espécie de turbante, peça da indumentária tradicional utilizada pelos homens árabes. Está localizado próximo à capital e oferecerá 40.000 lugares aos espectadores.

Com capacidade para 40.000 torcedores, a Arena Al Janoub tem um projeto arquitetônico de extrema elegância, suas linhas foram inspiradas nos barcos dos povos comerciantes da Arábia. O Al-Janoub está bem próximo da capital, apenas 20 quilômetros de distância. 

A Copa do Qatar será de tirar o fôlego, seja pela exuberância de suas arenas, seja pelo futebol e pelo público, seja pela história presente em cada metro quadrado. Teremos algumas surpresas? No futebol tudo é possível, mas certamente, no aspecto cultural as conflagrações serão evidentes. Esperemos que o respeito impere. 

 

TV MRNews Não perca também:

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo